Agroindústrias de Alta Floresta participam de Feira em Pimenta Bueno

Agroindústrias de Alta Floresta participam de Feira em Pimenta Bueno

5fc67507-3914-4a8e-9394-477a8b0676c3Aconteceu nos dias 5, 6 e 7 de Julho a Feira Industrial e Comercial de Pimenta Bueno e Região (FICOP), que contou com a participação de Agroindústrias de Alta Floresta, onde estas puderam expor seu produtos.
A 6ª edição da FICOP aconteceu com o seu modelo tradicional, e foi totalmente gratuita ao público. Realizada na Praça dos Pioneiros durante os três dias, a feira teve a participação de vários Municípios de toda a região, movimentando R$ 6 milhões em negócios nos três dias de sua realização. Contou com mais de 30 mil visitantes nos estandes de mais de 160 empresas de diversos segmentos produtivos.

A feira também teve o apoio do SEBRAE, sendo uma das mais importantes da região.
Para que as agroindústrias de Alta Floresta pudessem estar presentes, a Prefeitura Municipal através das Secretarias Municipais de Agricultura (SEMAGRI) e de Educação (SEMED) deu todo o suporte logístico no transporte e o acompanhamento, para que fosse um sucesso como foi a presença do Município na feira.
Os produtores Benedito Aparecido, e Marcio Eggert, agradeceram o apoio do município, “sem o apoio logístico dificilmente estaríamos presente na feira, que é umas das mais importantes da região’’, destacaram os produtores.
O Secretario Giovan Damo, disse ser de suma importância a participação das Agroindústrias do Município neste tipo de feira, pois novas oportunidades de negócios vão surgindo com o conhecimento dos produtos dessas agroindústrias, em outros Municípios.4b30297f-4846-405d-8546-1a87b85bb5ee
4bc3cd17-a488-4e45-b06d-434b2c2d1fc0Fonte Decom

Prefeitura Municipal de Alta Floresta recebe equipamento

Prefeitura Municipal de Alta Floresta recebe equipamento

 

e61f16a8-0019-490c-aab5-5c385db24ac2

A Prefeitura Municipal recebeu na última sexta-feira (06/07), um trator retro escavadeira, e um caminhão caçamba, que serão usados pelo Município na manutenção de serviços a população.

A retro escavadeira ficara com (SEMIE), Secretaria de Obras e Infraestrutura, já o caminhão caçamba será da (SEMAGRI), Secretaria Municipal de Agricultura.

Os recursos são do governo federal, onde o município aguarda a chegada de mais equipamentos para os próximos dias.

beac9504-8076-4e5d-a6cc-c8f186637c53

8bd49f66-ea89-4712-a0b4-34c1e18ee3bd

Fonte Decom

SEMAGRI realiza curso de formação para equipe técnica da secretaria

SEMAGRI realiza curso de formação para equipe técnica da secretaria

IMG-20180704-WA0024

A Prefeitura Municipal de Alta Floresta D’Oeste, através da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), está realizando um curso de formação técnica para a equipe técnica da Secretaria, para que esta equipe leve ao produtor rural todos os conhecimentos de gestão da propriedade.

Denominado ‘‘Multiplicadores de Assistência Técnica e Gerenciamento Financeiro da Cadeia Produtiva’’, o curso que está sendo realizado todas as terças-feiras, tem vários módulos e se divide ao todo em seis etapas. Tem como principal objetivo a preparação dos técnicos para levar ao produtor rural todo o conhecimento da gestão financeira da propriedade no custo de produção e na aplicação de novas técnicas.

Ao todo são oito técnicos da Secretaria que serão preparados para dar toda a assistência técnica ao campo. Para isso o curso tem sua principal diretriz, que é preparar os técnicos para que use uma linguagem única no que se diz respeito ao contato com o produtor rural.

Com isso o Município vai poder fazer uma projeção mais próxima da atual realidade da produção agrícola, podendo resolver problemas de arrecadação transformando esses recursos em melhorias.
Outro fator muito interessante do curso é identificar problemas na produção, garantindo a viabilidade econômica do projeto custo benefício, salvando empregos e divisas ao Município.

O Secretário de Agricultura Giovan Damo ressalta a importância desse nivelamento de informações, onde os técnicos contribuirão com os produtores rurais na gestão administrativa das propriedades rurais.

Fonte Decom

Prefeitura, Senar e demais parceiros promovem curso no Distrito de Izidolândia

Prefeitura, Senar e demais parceiros promovem curso no Distrito de Izidolândia

90a03944-3c3a-485e-b58e-5f29b8e6503b
A Prefeitura de Alta Floresta D’Oeste, através da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), e o SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, juntamente com o Sindicato do Produtor Rural, a Sicredi e a Cooperativa Agropecuária Mista Vale do Guaporé – Coopervalig, realizaram o curso de Produção de Pães Caseiros no Distrito de Izidolândia.
O prefeito Carlos Borges (PP) esteve acompanhando o desenvolvimento do curso nesta quarta-feira (20), oportunidade em que conversou com os participantes, falando da importância de buscar alternativas de renda para a agricultura familiar.
Elizabete Gimenez, mobilizadora dos cursos do Senar em Alta Floresta, informou que 13 pessoas participam do curso que é aplicado em 40 horas pela educadora Marlene Alves Toledo.
“Também colaborou com o curso a Janete Leal, diretor da Escola Isidoro Stédille”, disse Gimenez.

756a929c-485c-418a-a43e-440d0dddb5f6
Fonte: Assessoria

Agroindústrias de Alta Floresta fazem exposição na 7ª Rondônia Rural Show

Agroindústrias de Alta Floresta fazem exposição na 7ª Rondônia Rural Show

IMG-20180605-WA0063
IMG-20180605-WA0059
IMG-20180605-WA0060
IMG-20180605-WA0061
IMG-20180605-WA0062
Na busca por melhorias no meio rural, para diversificar a produção e aumentar a renda familiar, vários produtores do Município de Alta Floresta D´Oeste optaram por trabalhar com a agroindústria como forma de agregar valor a sua matéria-prima, que até então era comercializada de forma in natura.

A Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), através do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), oferece Assistência Técnica e Sanitária para as agroindústrias, para que estas possam disponibilizar maior qualidade e segurança alimentar aos consumidores.

Atualmente existem mais de 20 agroindústrias ativas no município que atuam em vários segmentos, como processamentos de peixes, derivados de leite, panificação, conservantes, açúcar mascavo, polpas de frutas, entre outras atividades. Também existem alguns ateliês de artesanato no ramo de tecidos, como: bonecas, tapetes e lingeries.

Nos últimos anos a Prefeitura Municipal vem disponibilizando suporte logístico aos expositores interessados em participar da Rondônia Rural Show. Além dos produtores poderem vender seus produtos, estes são beneficiados em fazer a divulgação de suas marcas levando ao conhecimento e conquistando comércio fora do município.

O Prefeito Carlos Borges através da SEMAGRI disponibilizou todo o suporte para que seis produtores do município pudessem expor seus produtos na 7ª Rondônia Rural Show, que aconteceu no município de Ji-Paraná.

Para isso foi feito o deslocamento no dia 22 de maio com a presença dos seguintes produtores:
– JOSIANO JOANAS SAAR e família: CONSERVAS KIDELÍCIA
– MARCIO EGGERT e família: GURTI GROTA
– BENEDITO APARECIDO TEIXEIRA e família: B.L. PANIFICAÇÃO;
– WESLANE TEIXEIRA e família: EVINHA BALAS DE CÔCO
– OSSINEIA P. DA C. BERALDO e família: BONECAS DE PANO
– SONIA OLIVEIRA DO SANTO FERREIRA e família: SS TAPETES

No dia 25 de maio houve o deslocamento de mais 02 ônibus com produtores do município até o evento, formado por produtores ligados às agroindústrias e a cafeicultura, com todo o apoio logístico da Prefeitura Municipal, com acompanhamentos de alguns técnicos agrícolas da SEMAGRI e do Secretário Giovan Damo, que agradece a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), ao MAPA e ao SEBRAE pela parceria e empenho em oferecer o melhor possível aos produtores do município que estiveram presentes fazendo exposição de seus produtos.

Fonte: Decom

Prefeitura Municipal cancela 2° Fórum da Agricultura

Prefeitura Municipal cancela 2° Fórum da Agricultura

A Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), cancelou o 2° Fórum da Agricultura que seria realizado nesta terça feira (29/05). O motivo que levou ao cancelamento foi a falta de combustível. Segundo o Secretário Giovan Damo, ficou inviável a realização do evento devido alguns palestrantes comunicar que não estariam presentes devido à falta de combustível.

O 2° Fórum da Agricultura seria realizado com os 36 Presidentes da Associação Rural do Município, onde todos foram convidados para participar. Com o cancelamento uma nova data será marcada provavelmente no mês de junho.

e799fd1b-2144-42f2-8197-1c0c184cf4a4Fonte Decom

Município de Alta Floresta Desenvolve Projeto Para Produzir café de qualidade com sustentabilidade

Município de Alta Floresta Desenvolve Projeto Para Produzir café de qualidade com sustentabilidade

A comunidade da terra indígena Rio Branco, em parceria com a (SEMAGRI) – Secretaria Municipal de Agricultura de Alta floresta D’Oeste, e a (EMBRAPA) – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, está desenvolvendo um projeto que tem por objetivo produzir um café de qualidade e sustentabilidade.

A equipe técnica da SEMAGRI, e da EMBRAPA, vem prestando assistência técnica junto aos produtores indígenas. Vale ressaltar que foi uma demanda apresentada pelos indígenas, onde a secretaria propôs a implantação de um projeto piloto.

Nesta parceria, temos acordos para respeitar o planejamento e as ações do projeto, desta forma, todos envolvidos sabem de suas responsabilidades e onde podem cobrar.

Sendo os produtores indígenas responsáveis pela produção primária e os trabalhos na lavoura, os técnicos da SEMAGRI, são responsáveis por levar as técnicas necessárias de produção, secagem e também o acompanhamento da atividades no geral. Segundo o pesquisador da EMBRAPA, Enrique Alves, esse projeto poderá ser um espelho para outros produtores.

A EMBRAPA, acreditou na parceria e está fazendo as visitas a campo, transferindo as tecnologias de produção, adubação orgânica, secagem sustentável entre outros procedimentos necessários para a produção de um café equilibrado com o ecossistema.

Segundo o secretário Giovan Damo, equipe técnica da SEMAGRI, não vem medindo esforços para fazer o projeto acontecer, pois o mesmo poderá será reproduzido em muitas propriedades de agricultores familiares do município.

a8f64b4c-a810-44b7-ba58-f0e74979179a

0590b34f-11b4-4263-8028-4a465e2a597f
790ff33a-e839-4a0e-94b0-926c1b87b278

7bc95720-cb13-45e9-9c2a-04f5e326fcda

95691090-5b6b-48f4-b392-3e8d3fb7316b

cb32a412-f16c-473b-8972-c15cec4b9034Fonte Decom

 

Prefeitura Municipal Incentiva Recadastramento da Nota Fiscal do Produtor

Prefeitura Municipal Incentiva Recadastramento da Nota Fiscal do Produtor

 

A Prefeitura Municipal de Alta Floresta, através da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), está incentivando o recadastramento da nota fiscal eletrônica do produtor, o secretario Giovan Damo pede que os produtores procurem a secretaria não deixando para a última hora, pois o prazo termina em 30/06, quem não fazer o recadastramento dentro deste prazo, perderá sua inscrição estadual tendo que pagar multa após para regularizar.

Maiores informações pode ser obtida junto a Secretaria pelo Fone 3641-3067.

Fonte Decom

 

Prefeito Carlos Borges vai a Brasília em busca de Recursos para o Município de Alta Floresta

Prefeito Carlos Borges vai a Brasília em busca de Recursos para o Município de Alta Floresta

O Prefeito de Alta Floresta Carlos Borges da Silva foi a Brasília, onde se reuniu com autoridades
federais nesta terça-feira (17), para agilizar  recurso adquirido junto aos Vereadores no Ministério da Saúde, para reforma do Hospital Municipal, recurso esse na ordem de R$ 1.500.000,00 (Um Milhão e Quinhentos Mil reais), conforme já havia anunciado anteriormente.
Na audiência esteve presente o Senador Ivo Cassal, Deputado Federal Luiz Cláudio e o Ministro da Saúde Carlos Magno.
O Prefeito Carlos Borges disse ainda que além da reforma do Hospital Municipal, todos os aparelhos de ar-condicionado já foram adquiridos e serão instalados após a reforma.

Fonte Decom

Prefeitura municipal Através Da Secretaria Municipal De Agricultura (SEMAGRI) Participa De Oficina Para Formação de Núcleo De Elaboração De Projetos.

Prefeitura municipal Através Da Secretaria Municipal De Agricultura (SEMAGRI) Participa De Oficina Para Formação de Núcleo De Elaboração De Projetos.

 A Prefeitura Municipal de Alta Floresta D’Oeste, através da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI) participaram de uma oficina para formação do núcleo de elaboração de projetos da Zona da Mata em  Rolim De Moura,( onde foi montada uma unidade avançada de planejamento e de gestão regional (UAPGR) e através (SEPOG)da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Neste está à formação de um núcleo com a formação dos municípios de Alta Floresta D’Oeste, Castanheiras, Nova Brasilândia e Rolim De Moura, cujos  os membros são  escolhidos para analises e aprovação dos projetos.

Esta oficina tratou-se de capacitar técnicos para elaboração de projetos visando desenvolvimento regional de modo que crie oportunidades socioeconômicas para a população urbana e em especial as pequenas famílias de produtores rurais tendo em vista sua permanência no campo.

Diante da formação desse núcleo, Alta Floresta apresentou um projeto referente ao desenvolvimento da fruticultura na Zona da Mata, com a participação da Associação da Agroindústria de Polpas de Frutas Congeladas do Distrito de Nova Gease, (ASPROGEO) localizada na linha 47,5 km 42.

O setor como prioritário para a promoção de investimento em novos empreendimentos é a agricultura, uma das principais geradoras de empregos direto e indiretamente por unidade de capital investido.
O Município de Alta Floresta D’Oeste servirá de projeto piloto para incentivo da agroindústria da agricultura familiar na Zona da Mata. Quanto ao Município já se encontra com toda uma estrutura sistemática de organização para o desenvolvimento do projeto.

A mobilização do projeto se dará com a parceria da SEMAGRI, EMATER, IDARON, SEDAM E SEPOG. Para um bom andamento das atividades dos tratos culturais do plantio da graviola e até mesmo sua comercialização, definida do objeto a se alcançar dentro do projeto e identificada por se tratar de uma cultura escassa de matéria prima para a produção de polpas de frutas.

Com resultado esperamos sanar a demora de produção na região da Zona da Mata através deste projeto iremos adquirir a estabilidade comercial e produtiva das agroindústrias da região e dando sustentabilidade ao crescimento de renda as famílias na área rural.

 

WhatsApp Image 2018-04-09 at 14.28.05

Fonte Decom